sábado, novembro 24, 2007

A volta do Teatro Arena do Sesc

Palco de movimentos culturais da década de 80, o lugar reabre as portas depois de 3 anos

Referência aos artistas no final da década de 70, o Teatro Arena do Serviço Social do Comércio (Sesc) se transformou em sede de muitas histórias dos movimentos culturais de diferentes épocas. Depois de três anos de portas fechadas, em processo de restauração, ele será reaberto ao público no sábado, 24, com o projeto “Rock na Arena”.
Mas ainda não se trata da programação de reinauguração do teatro, essa só acontecerá no dia 24 de março, data escolhida para sua a fundação, que aconteceu em 1978. O projeto, organizado pela Associação de Músicos e Produtores Culturais do Acre (Amupac), é uma oportunidade de realizarem os testes da acústica do local e, já oportuniza aos artistas um espaço para mostrarem seus trabalhos.
A Amupac com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) organizou quatro show de rock, os outros três acontecem no dias 1, 8 e 15 de dezembro, sempre às 21h30. Os estilos que estarão no palco, do rock progressivo ao blues, serão representados pelas bandas Versus, Metal Live, Filomedusa e Mapinguari Blues, segundo o presidente da associação, Isleudo Portela.
Ele diz ainda que realizar o projeto “Rock na Arena” nesse lugar é a oportunidade de mostrar que o teatro é para todas as artes. “Queremos oferecer para as bandas um ambiente eminentemente artístico, devido ao fato de elas tocarem apenas em festivais e festas. Onde possam colocar sua totalidade e essência artística”, diz o presidente.
História – O Teatro de Arena foi fundado no dia 24 de março de 1978, pelo primeiro delegado executivo do Sesc, Jaime Ariston. Primeiro teatro nesse formato na cidade foi muito utilizado durante a década de 80 pela classe artística acreana. Jairo decidiu construí-lo, segundo a assessoria do Sesc, com intuito de incentivar a produção local, percebendo o potencial artístico na cidade.
O primeiro espetáculo apresentado no Teatro Arena foi “Apareceu a Margarida”. De lá para cá, o espaço foi bastante utilizado pelos artistas locais, sempre enfocando sua referência do teatro Boalino, que tem a estética voltada para a resistência.
Com capacidade de 135 lugares, desgastado, em 2004 as portas do teatro fecharam para a restauração, agora ele volta a ser palco da cultura acreana.
Confira as bandas e datas de show:
Dia 24 – Banda Versus
Dia 01 – Metal Live
Dia 08 – Filomedusa
Dia 15 – Mapinguari Blues
Show a partir das 20h
Ingressos: R$10 (estudante paga R$ 5)
*Sujeito alteração dos shows.

Um comentário:

  1. CresceNet7:41 PM

    Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o CresceNet. O CresceNet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Cresce.Net(www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. If is possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll, I thank. Good bye friend.

    ResponderExcluir