quinta-feira, maio 15, 2008

Crítica: "Pequeno Monstro" - Hey Hey Hey! (RO)



Uma das mais badaladas bandas do IX Festival Casarão, a Hey Hey Hey! já é conhecida pelo público acreano. Entretanto, nem sempre os integrantes lidaram com elogios nas análises sobre seu trabalho e foram as críticas que fizeram a banda melhorar.

No começo de 2008, Marcos Fonseca (Voz e Guitarra), Fiorelo Filho (Voz, Guitarra, Baixo e Teclado), Neila Azevedo (Voz, Baixo e Teclado) e Gabriel Dantas (Bateria) lançaram o EP “Pequeno Monstro”, em uma edição do Grito do Rock – AC, no Flutuante Bar.

“Eu não conheço você” é a faixa inicial e feita de indie rock cru, com guitarras claramente influenciadas pelo “The Libertines”. Um vocal rasgado que aliado à letra soa como um desabafo. Arrisco dizer que é a melhor música do EP.

Em “Do Karma da marca da barca” atentamos para falta de sintonia entre o vocal e o instrumental. Nela temos a primeira aparição de uma das principais marcas da banda – um teclado Casio de brinquedo pertencente ao Gabriel, mas tocado por Fiorelo ou por Neila. O baterista executa uns contratempos interessantes, mas a conversa entre teclado e guitarra fica enjoativa.

Agora é a vez de “Pequeno Monstro” que – claro – gera mais expectativas por ser a faixa-título e dá conta do recado. A proposta da música anterior é bem concretizada nessa – com direito a coral no refrão. Apesar de ter a duração média de dois minutos e meio, ela passa sem sentirmos.

Fechando o EP temos “Brechó”. Destaque para sua introdução interessante. Nessa é a música, percebemos a utilização maior de efeitos digitais do teclado e muito bem, por sinal. Outro pró é a participação mais ativa do baixo. Ousada e perfeccionista são os adjetivos que melhor definem essa composição.

Originada a partir de uma gravação caseira feita por Luiz Cocchi e Marcos Fonseca, nota-se que a produção de “Pequeno Monstro” não foi das melhores, mas não chega a comprometer. A banda apronta o próximo EP para meados de junho, com a promessa de aumentar a qualidade técnica do material. Algumas das músicas já podem ser acessadas através do http://www.myspace.com/bandaheyheyhey .

A Hey Hey Hey! se prepara para o Under Rock IV (RO) e Festival Vaca Amarela 2008 (GO).Vale a pena apostar nesses rondonienses.

4 comentários:

  1. vou ouvir
    bom texto helder.
    melhoras p ti aí, menino
    beijos

    ResponderExcluir
  2. sim sim
    concordo com tudo, mas tenho de ressaltar que em duas musicas quem toca baixo ´o fiorelo e a neila toca "teclado".
    avant sempre...

    ResponderExcluir
  3. boa resenha cara!
    desde que começamos a "distribuir" as musicas por ai eu vinha sentindo falta de criticas em relação a alguns detalhes mais tecnicos.
    isso acaba se tornando um atrativo pra quem gosta não só de ouvir mas tbm tocar musica.

    ResponderExcluir
  4. então

    boa crítica...
    concisa, e detalhada..

    igualmente minha opinião sobre o EP

    ResponderExcluir